Insira seu email

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Avanços no setor imobiliário são destaques no Dia do Corretor

Os avanços e as perspectivas de novos investimentos, que fomentem a carreira do corretor de imóveis de Mato Grosso, foram celebrados na noite deste sábado (27), Dia do Corretor de Imóveis, no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá. Com tema regional e comidas típicas, a festa teve participação maciça da categoria, que prestigiou a efetivação da nova diretoria do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso – Creci/MT, sob o comando do presidente Benedito Odário Conceição.

Dentre as melhorias, a intensa fiscalização no exercício da profissão foi destaque. De acordo com o presidente da autarquia, o Creci vai continuar incisivo na defesa do trabalho formal.  “A nossa fiscalização está realmente trabalhando em cima desses ilegais. O principal objetivo é fazer com que essas pessoas venham para a legalidade e não atrapalhem a vida do corretor de imóveis que paga a sua anuidade, respeitosamente, em dia. Vamos fazer com que esses ilegais busquem a capacitação para atuar de forma correta no mercado e estejam devidamente inscritos no nosso conselho”, disse o presidente, ao destacar a importância da valorização da profissão.

Também informou que o Creci já estuda a viabilidade de aumentar a exigência no nível de escolaridade para o ingresso na profissão,  “para que os profissionais sejam melhor qualificados”, complementou o presidente.

A corretora Marli de Souza destacou o reconhecimento do trabalho e dedicação dos profissionais. “O Creci cuida dos nossos interesses com maestria. Podemos observar os avanços no último ano, em relação a honorários e à fiscalização dos ilegais. Além disso, confraternizações como essa demonstram a preocupação do conselho em promover qualidade de vida aos seus filiados”, comemorou.

Guido Grando Junior, vice-presidente do Sindicato da Habitação - Secovi e diretor sócio da Rosa Imóveis, disse que a categoria presta um relevante serviço à sociedade, que busca a necessidade essencial para o ser humano que é a moradia. “Esse papel é feito pelo corretor, que merece ter essa comemoração de alta qualidade”, disse Grando Junior. 

Defende que se resolvida à crise política, automaticamente, a questão econômica será ajustada, principalmente em Mato Grosso diante da grande produção agropecuária. “Assim que se resolver o cenário político, a economia reativará e a confiança, fator que está em baixa será retomada. Dessa forma, quem tem condições voltará a investir”, avaliou Grando Junior. 
Fiscalização – De acordo com o diretor-primeiro-secretário do Creci, Claudecir Contreira, o combate ao exercício ilegal da profissão tem sido constante. Em Cuiabá foram detectados e retirados do mercado 400 profissionais ilegais. “Isso beneficia muito o corretor de verdade, que contribui e mantem o conselho em pé”. 

Contreira explicou que a proposta do Creci é a de ampliar o número de fiscais, que são apenas oito para atender todo o estado e investir nas delegacias regionais. A de Sinop foi inaugurada a nova sede na semana passada, mais moderna e bem equipada. “Agora, o corretor não precisa se deslocar até Cuiabá para obter os serviços do conselho. Outra novidade será o lançamento da TV Creci, como mais uma ferramenta para aproximar o Creci dos seus filiados”, concluiu.
COFECI – Na oportunidade, Luiz Fernando Barcellos – vice-presidente de Avaliação Imobiliária do Conselho Federal de Corretores de Imóveis - Cofeci, lembrou que antes, o corretor de imóveis era conhecido pela atividade principal de intermediar negócios imobiliários. Hoje, tem outros campos de atuação. É o caso da inteligência imobiliária, que orienta as incorporadoras sobre as melhores localizações e a melhor tipologia do empreendimento.

Outro avanço, segundo Barcellos, se refere à habilitação legal do corretor como avaliador de imóveis. Reconhecimento que veio por meio de decisão judicial há três anos. “Uma luta em que o Cofeci esteve à frente. Preparamos uma resolução criando um cadastro nacional de avaliadores de imobiliários e definimos as regras. Houve contestação, mas a nossa argumentação foi bem recebida pelos tribunais e conseguimos lograr mais essa vitória”, explicou Barcellos, ao destacar a atuação internacional do Cofeci em defesa do corretor de imóveis. 

Fonte:http://www.informanews.com.br/