Insira seu email

quarta-feira, 12 de março de 2014

Apresentação da Nova Sede da Plaenge em Cuiabá

Conforme publicado na última edição do Jornal Digital, recentemente a Plaenge apresentou a sua Nova Sede em Cuiabá para públicos específicos.

No dia 25 de fevereiro, a equipe recebeu os convidados do mercado imobiliário de Cuiabá para um delicioso café da manhã.

Segundo o Gerente Comercial da Plaenge, Adriano Melquiades, foram só elogios para a nova construção. “Preparamos uma manhã especial para que todos pudessem conhecer essa moderna e belíssima obra e para que possamos estreitar relacionamentos”, comentou.

Para o representante do Sindicato das Empresas de Compra, Venda e Locação de Imóveis de Mato Grosso (Secovi-MT), Guido Grando Junior, a Nova Sede da Plaenge marca um importante momento para a construção civil de Mato Grosso. “Com esta obra, a Plaenge demonstra que o mercado está forte e em crescimento, e sela a sua credibilidade ao apresentar essa importante ferramenta para atender seus clientes. Toda a equipe está de parabéns”, elogiou.

No dia 27, além o novo espaço, a Plaenge apresentou para os clientes do Le Champ o apartamento decorado do empreendimento. Cerca de 60 clientes puderam degustar cervejas especiais e saborear comidas ao estilo de boteco.

De acordo com o Gerente Regional da Plaenge, Rogério Fabian Iwankiw, a intenção foi preparar um evento exclusivo para os futuros moradores do empreendimento que compraram uma unidade sem ver o decorado. “Recebemos os clientes do Le Champ na nossa Nova Sede com muito carinho pela confiança que depositaram em nós. Foi uma noite emocionante, que eles tantos esperavam”, afirmou.

Para o cliente e funcionário público, Ricardo Antonio Bezerra, o novo espaço ficou fantástica. “Um espaço elegante, amplo e bem localizado, como as melhores localizações de seus empreendimentos”, pontuou. “Esse carinho que a Plaenge demonstra com seus clientes é essencial. Seja em um evento como esse ou nos diferenciais dos empreendimentos”, complementou o casal e clientes Marcella Abreu e Alan Faust.

Para a médica Candice Barros Taques a noite foi maravilhosa. “Adorei conhecer essa linda construção. Assim que chegamos, o meu filho já parou na brinquedoteca e não quis sair mais. Foi difícil tirá-lo de lá”, brincou.

Fonte: Plaenge

sábado, 1 de março de 2014

Análise do cenário para 2014



Já estamos no terceiro mês de 2014 e as expectativas para o setor imobiliário é de crescimento. A estimativa é de que a indústria imobiliária cresça até 10% neste ano. O Sindicato da Habitação de Mato Grosso conversou com empresário do setor imobiliário que fez uma análise do cenário para 2014. O sócio diretor da Rosa Imóveis, Guido Grando Junior, falou um pouco sobre a polêmica da Bolha Imobiliária no Brasil, mudanças no setor com a realização da Copa do Mundo de 2014 e também os benefícios de ser um filiado do SecoviMT.

Bolha no Brasil?

Com a recente alta nos preços dos imóveis nas principais capitais do Brasil, muita gente se pergunta se não estaríamos vivendo o processo de formação e estouro de uma bolha especulativa no setor imobiliário. Para o sócio diretor da Rosa Imóveis, Guido Grando Junior, a bolha nos moldes de que ocorreu nos Estados Unidos está longe de acontecer no Brasil. “Estamos vivendo um momento de ajuste entre a demanda e oferta. Porém, o mercado possui alguns indicadores de que está saudável”.

Segundo Júnior, a maioria das vendas ocorre para pessoas ou famílias que irão utilizar ou morar nos imóveis e não para investimento. “O volume de financiamento em relação ao PIB ainda é irrisório em relação a outros países que sofreram com a "bolha". Até mesmo o endividamento com financiamento imobiliário é saudável, pois transfere o dispêndio de recursos em bens de consumo de curto prazo e permite a família formação de patrimônio”.

Expectativas para a Copa do Mundo de 2014

Os eventos esportivos que o Brasil vai receber em 2014, como a Copa do Mundo, vai agitar o mercado imobiliário no país. Segundo a Fundação Getúlio Vargas, a Copa tem potencial para injetar R$ 142 bilhões na economia brasileira. Para Guido Grando Júnior, vai ser uma oportunidade pontual o mercado de locação por temporada. “A copa será uma vitrine para o mundo de nosso mercado, permitindo contato com investidores de diversos lugares do Brasil e do mundo, gerando oportunidades de negócio.”

Filiação ao SecoviMT

O SecoviMT como entidade sindical patronal, representa atualmente mais de 30 empresas do setor associadas a entidade, Secovi. De acordo com o Guido Grando Junior, o Secovi possui foro adequado ao tratamento de diversos assuntos do setor junto ao próprio mercado, governo e sociedade.  “Uma empresa que tenta tratar estes assuntos individualmente não tem alcance suficiente. O Sindicato dá legitimidade e força das necessidades de seus associados.” disse.

Benefícios de ser associado ao SecoviMT

Como um associado participativo dentro do sindicato, Guido Grando Júnior falou dos benefícios de ser um associado ao SecoviMT. “O sindicato possui convênios com instituições de ensino, certificadora de correspondentes bancários e parcerias com empresas fornecedoras das imobiliárias, permitindo descontos e tratamentos diferenciados junto a fornecedores. O Secovi ainda participa ativamente da Organização e Promoção de eventos do setor imobiliário como a Feira Edificar, sendo que seus associados possuem vantagens e benefícios para participarem destes eventos.” 
O associado pode ainda dispor com exclusividade de legislação, pesquisas e informações sobre o mercado regional e nacional que irão ajudar na tomada de decisão e no conjunto de argumentos para clientes. É ainda um ambiente onde seus associados podem trocar experiências e informações que trarão vantagens competitivas estratégicas no mercado.

Fonte: Secovi MT